Futebol

Phillippe Coutinho: entre o Liverpool e o Barcelona

Para a advogada Katia Antunes, especialista em Direito Societário, os empresários tem papel cada vez maior no cenário do esporte

Autor: Redação
Fotos: Divulgação

Phillippe Coutinho
26/08/2017, 15:37:34

A arrastada negociação que envolve o jogador de futebol carioca Phillippe Coutinho, do time inglês Liverpool, e o Barcelona parece não ter fim. A negociação ganhou mais um capítulo essa semana, quando o time catalão fez a quarta proposta para ter o atleta brasileiro – 109 milhões de euros fixos e 40 milhões de euros que variam de acordo com a produtividade do atleta. O iraniano Kia Joorabchian, representante do meia de 25 anos, vai se reunir com a diretoria do Barcelona na próxima segunda-feira, dia 28 de agosto. Mas qual o papel do empresário em uma transferência que pode ser uma das maiores da história? “O empresário tem papel cada vez maior no cenário do esporte. Além de toda a negociação financeira, muitas vezes auxilia na administração da vida pessoal do esportista e é crucial para traçar uma trajetória tática de médio e longo prazos na sua carreira“, explica a advogada paulistana Katia Antunes, especializada em Direito Societário. “Nessa linha, é de suma importância direcionar o advogado para que garanta ao jogador via contrato uma boa visibilidade“, completa.

Para a especialista, os contratos que formalizam os negócios envolvendo os esportistas são cada vez mais complexos. “Para que garantam a melhor rentabilidade e reconhecimento profissional, precisam ser cuidadosamente alinhavados entre profissionais especializados, preferencialmente beneficiando-se dos conhecimentos do seu agente e do advogado“, pondera. Mas o que definirá mesmo o destino de Coutinho nos próximos dias são as articulações realizadas por seu empresário Kia Joorabchian. “Ele precisará utilizar sua boa relação com os clubes para conseguir acertar os valores de transferência e seu papel é fundamental na negociação do salário do jogador, hoje entre os mais bem remunerados do mundo“, completa Katia.

COMENTÁRIOS