Games & Sports

“Lakers vs Celtics” – 25 anos sem perder o molejo

Clássico do basquetebol norte-americano tornou-se um clássico dos games de esporte

Autor: Marcelo Iglesias (contato@gamecoin.com.br)
Fotos: Divulgação

4/12/2016, 23:46:48

Títulos de esportes são tão antigos quanto os primeiros consoles de videogames. Uma prova disso era o jurássico Telejogo da charmosa Philco Ford, que tinha vários games de esportes em seu acervo de dez jogos. No entanto, entre os games que romperam a barreira do tempo e se consolidaram como referência em seus gêneros, pode-se pontuar “Fifa Soccer”, “Super Voleyball” e “International Super Star Soccer”, ou até mesmo “Mario Lemieux Hockey” e “Joe Montana II Sports Talk Football”. Mas é impossível não levantar a bola de “Lakers versus Celtics and the NBA Playoffs”.
Publicado originalmente para PC em 1989 pela Electronic Arts, o game alcançou seu estrelato em 1991, quando ganhou edição para Mega Drive. Curiosamente, quando a versão original do jogo foi publicada, o vencedor da temporada 1988-89 tinha sido o Detroit Pistons, tendo David Robinson como a grande estrela da temporada. O Lakers ficaram em segundo e os Celtics pararam nos playoffs. Mas como os dois times tinham em seus elencos nomes como Magic Johnson e Larry Bird (não nos peça para discriminar em quais times eles jogavam, seria uma vergonha da sua parte!), ganharam o título do jogo. Na versão para Mega Drive, de 1991, nem Lakers e nem Celtics levantaram o caneco na temporada 1990-91. Quem faturou o título foram os Bulls de Michael Jordan e Scottie Pippen.
Como já começava nos Playoffs, a versão para Mega Drive contava com as seguintes equipes: Boston Celtics, Los Angeles Lakers, Chicago Bulls, Phoenix Suns, Detroit Pistons, Portland Trail Blazers, Philadelphia 76ers, San Antonio Spurs.

 

gc051216b
O game oferecia jogabilidade espetacular para a época, muito mais simples e intuitiva que os complexos comandos espalhados pelo teclado do PC. Era basicamente, passe, tiro e troca de jogador e funções de bloqueio e roubada quando não se tinha a posse da bola. O gerenciamento do time.
Graficamente o game era muito bom – ia além dos padrões da época. Cenários e personagens tinham desenho que buscava o realismo. Podia-se dizer que era possível identificar os jogadores pela estatura, corte de cabelo e acessórios, como os óculos de Horace Grant. Mas o toque de Midas de “Lakers versus Celtics and the NBA Playoffs” era a música de abertura que ciceroneava o game que viria a seguir. O alto padrão musical também continuava nas faixas reproduzidas durante as partidas.
A melhor forma de se jogar “Lakers versus Celtics and the NBA Playoffs” é num Mega Drive, mas é possível quebrar o galho com emuladores para computadores e até mesmo aqueles DVD’s picaretas para PlayStation 2 que agregam milhares de jogos de Mega Drive, Super Nintendo, NES e Master System. Para quem se interessar, a Tectoy entrou na onda dos consoles retrôs e colocou em pré-venda a edição original do Mega Drive por R$ 400, com entrega para junho de 2017.
Coincidentemente, “Lakers versus Celtics and the NBA Playoffs” chegou num momento em que o basquete ganhava grande visibilidade no Brasil, tanto pelas transmissões da Rede Bandeirantes, assim como na própria atuação da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Barcelona, que fez bonito, mesmo tendo sido eliminada nas quartas de final pela Lituania. Tudo isso fez do game um dos jogos de esporte mais procurados nas locadoras de fitas. Afinal, todo mundo queria ter seu momento de Jordan, Bird, Johnson e Robinson.

 

gc051216c

COMENTÁRIOS